Demissão por justa causa

Posted by : Jander Freire | 3 de dezembro de 2011 | Published in

A Câmara Municipal, órgão composto pelos vereadores, é o Poder Legislativo do município. Vereadores são os representantes eleitos pelo povo, que têm como função principal representá-lo elaborando leis; fiscalizando os trabalhos do Poder Executivo (Prefeitura) e sugerindo ações e melhorias para a cidade.

É impossível resumir as atribuições de um vereador. Mas, o seu papel que em tese classifica-se basicamente em legislar, fiscalizar, sugerir e representar, constitui-se de expedientes que permitem que toda a sociedade acompanhe de perto suas ações objetivando que a máquina administrativa seja transparente, descentralizadora e democrática e que todos tenham igualdade de condições no acesso aos serviços públicos.

O vereador é, ao mesmo tempo, porta voz da população, do partido que representa e de movimentos organizados. Cabe ao parlamentar não só fazer política partidária, mas ouvir, organizar e conscientizar a população. 

Em tese a Câmara deveria exercer o papel de verdadeira caixa de ressonância dos anseios e problemas da população. Quando isto não acontece constitui-se no verdadeiro divórcio entre o povo e aqueles que eles elegeram. 

Ocorre, que depois de eleitos é muito comum a união dos vereadores em grupos, uns alinhados e outros não, com a administração municipal, fazendo com que a verdadeira razão para a existência de um vereador seja totalmente esquecida. 

Nesse episódio da ausência dos vereadores à Sessão para aprovação, ou não, do crédito especial destinado ao saneamento básico de Upanema, houve uma verdadeira onda de protestos, de pessoas demonstrando esse desmando político e falta de responsabilidade. Não foi só contra a ausência dos vereadores, mas contra um sem número de coisas erradas praticadas por pessoas eleitas pelo povo. Foi um basta ao cinismo. Foi o primeiro grito de um povo que trabalha, paga imposto, tem sonhos, quer uma cidade melhor, repudia a ignorância, a pilantragem, luta por uma vida melhor e sabe que a verdadeira conquista se dá pelo esforço e nunca votando em fantoches que nas épocas das eleições se travestem de profetas.

Esse povo que protestou e tornou público esse episódio, é gente subjugada por uma das tributações mais altas do mundo a quem são oferecidos um dos piores serviços públicos do planeta. É gente que sustenta bovinamente os políticos que estão entre os mais caros do mundo, para, em contrapartida, ter uma das piores classes políticas de que já se ouviu falar. É um povo que paga caro pela saúde, pela educação e pela segurança e não tem, rigorosamente, nenhuma delas.

Esta é uma indignação direcionada para todo aquele que alguma oportunidade se oferece para ser votado e trabalhar por uma causa e depois vira as esquecem. O basta é de gente que não agüenta mais o conchavo, repudiam a política porque é tida e havida como exercício da falsa verdade, chamam de farsantes os que, em nome da luta pela sociedade, dedicam-se a negociatas, metem-se em maquinações políticas que passam longe do interesse público. 

Ao contrário, até viram as desprezam cinicamente se arvorando de uma autoridade que lhes foi outorgada por um voto para o qual, neste momento, ele vira as costas até a eleição seguinte.

Numa empresa privada, este desvio de conduta seria considerado indisciplina grave e punida severamente. Todos os vereadores seriam demitidos por justa causa!

2012 é logo ali!

(4) Comments

  1. Profº Francisco Gondim said...

    Pois é. Mas no próximo ano ninguém vai lembrar de nada do que ocorreu nesta legistatura. O que vai ser lembrado vai ser a última conversa de pé de bolso! O resto é balela. E isso não vai ser coisa de gente analbabeta! Vai ser toda classe de gente, inclusive pessoas com o dedo ocupado com um anel de formatura. Quem duvida?

    sábado, 3 de dezembro de 2011 22:21:00 BRT
  2. Anônimo

    MEU AMIGO JANDER, PEGUE MAIS MANEIRO RSRSRSRS, UM TEXTO DESSE NUNCA QUE UM VEREADOR VAI ENTENDER

    domingo, 4 de dezembro de 2011 11:04:00 BRT
  3. Tiago Canuto said...

    Francisco tem razão.

    Ninguém vai lembrar o que ocorreu nessa legislatura.

    Alguém enumera pelo menos um fato decente que tenha ocorrido na câmara nos últimos três anos?

    Viva Upanema!

    quarta-feira, 14 de dezembro de 2011 08:53:00 BRT
  4. Anônimo

    O POVO É O MAIS CULPADO NESSA HISTÓRIA. SABE PQ?? QUANDO O CANDIDATO FAZ UM DISCURSO FALANDO SOBRE PROJETOS, ELES NÃO DÃO OUVIDOS QUEREM MESMO É O DINHEIRO PRA COMPRA DO GÁS, PAGAMENTO DA CONTA DE LUZ E ÁGUA...NÃO CULPO OS VEREADORES.

    terça-feira, 24 de abril de 2012 15:07:00 BRT